Nos artigos anteriores vimos o que é o fluxo de caixa e como fazer o controle do dinheiro que entra e sai da empresa. Chegou a hora de falar sobre capital de giro.

Afinal, o que é esse tal capital de giro?

Para funcionar, toda empresa precisa de recursos. Por exemplo: para vender mercadorias, é preciso comprá-las. Há também gastos com mão-de-obra, despesas com infraestrutura, pagamento de fornecedores e impostos.

Se a empresa vende a prazo, significa que os clientes vão pagar depois. Porém ela precisa de dinheiro em caixa para honrar compromissos imediatos. Como resolver isto?

É aí que entra o capital de giro. Ele pode ser dinheiro ou qualquer recurso que possa ser transformado em dinheiro rapidamente, como produtos em estoque ou contas a receber dos clientes. É com ele que a empresa fará o negócio funcionar no dia-a-dia.

Como calcular quanto capital de giro sua empresa precisa?

O valor do capital de giro vem de uma conta simples. Veja:

capital de giro O que é capital de giro?

Some todas as suas contas a receber mais o valor que tem em estoque. Some também todas as contas a pagar e o valor a pagar em impostos e despesas. Ao diminuir um pelo outro, você terá o valor do capital necessário para fazer sua empresa funcionar em um período de tempo, o capital de giro.

Fique atento. Nos próximos artigos traremos dicas sobre como fazer a gestão do seu capital de giro.

Um abraço e até a próxima!

9 comentários para “O que é capital de giro?”

  1. Francisco Soares

    Continuem assim, com estas mensagens
    muito importante. Gostei, a Granatum
    esta de parabens !

    Responder
    • bruno

      Valeu, Francisco!

      Obrigado por acompanhar o nosso blog e continue enviando seus comentários.

      Um grande abraço.

      Responder
  2. Rodrigo

    Muito bom o artigo, mas e para meu caso que não tenho estoque, como calcular? Calculo apenas o valor mensal a receber?
    Porque aqui na empresa vendemos mensalidades, assim como vocês no Granatum.

    Responder
    • bruno

      Olá, Rodrigo!

      Isso mesmo, neste caso considere apenas o valor total de suas contas a receber. No próximo artigo falaremos mais sobre capital de giro líquido.

      Obrigado por acompanhar nosso blog, qualquer dúvida envie seu comentário.

      Um grande abraço.

      Responder
      • nadia seixas

        olá,adorei saber como funciona o capital de giro,pois estou fazendo um curso de cabeleireira e pretendo abrir um salão em breve … espero q vc continue com seu blog explicando sobre esse assunto bj fique com deus!

        Responder
        • Flavio Logullo

          Olá Nadia, obrigado por acompanhar nosso blog e enviar o seu comentário!

          Que bom que você gostou de conhecer o capital de giro. As dicas para gerenciar o Capital de Giro deste artigo: http://www.granatum.com.br/dicas/saiba-como-gerenciar-o-capital-de-giro-na-sua-empresa/ podem ser bastante úteis.

          Conheço vários casos de salões que utilizam muito bem o ciclo do capital de giro e funcionam quase o mês inteiro sem precisar investir nada.

          Por exemplo, quando você compra a prazo o produto que rende 10 escovas progressivas e consegue fazer as 10 escovas antes de pagar o seu fornecedor, você está usando o ciclo de capital de giro a seu favor. Isso é uma ótima prática de gestão.

          Continue enviando os seus comentários.

          Um grande abraço.

          Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1.  Saiba como gerenciar o Capital de Giro na sua empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>