Início Controle financeiro da empresa

Dicas de gestão financeira da Equipe Granatum

Controle de cartão de crédito

Recebemos diariamente muitas dúvidas sobre como fazer o controle do cartão de crédito no Granatum, por isso, resolvemos mostrar como é possível fazer um controle ...

Por:

Em

Recebemos diariamente muitas dúvidas sobre como fazer o controle do cartão de crédito no Granatum, por isso, resolvemos mostrar como é possível fazer um controle simples e eficiente do seu cartão.

Para facilitar a explicação, devemos compreender que o cartão de crédito funciona como uma conta com limite de crédito liberado para compra. Sendo assim, devemos ter os mesmos controles que temos em uma conta, também para os cartões. Veja como fazer o controle:

1. No Granatum você pode cadastrar quantas contas quiser, então cadastre uma conta para identificar o seu cartão de crédito. Vá até a opção de menu “Preferências > Contas” e crie uma nova conta, como no exemplo abaixo:

2. Registre todas as suas compras com seu cartão de crédito, da mesma maneira que você registra as suas movimentações bancárias. Adicione uma despesa e selecione a conta referente ao cartão de crédito como fonte do pagamento, como no exemplo abaixo:

Um erro muito comum é esperar a fatura do cartão de crédito chegar para fazer o controle. O fato contábil só acontece quando esta fatura é paga, mas lembre-se, este é um dinheiro antecipado para suas compras e deve ser muito bem controlado.

Se o controle é feito como em sua conta bancária, você consegue entender o seu comportamento no uso do cartão e responder a perguntas como: “Em que época do mês e categoria estou utilizando meu crédito?”
Além disso esta é uma maneira de fazer a previsão do total desta fatura.

Ao fazer o controle desta forma você terá um saldo negativo nesta conta, na maior parte do mês. Não se assuste!
É exatamente isto que acontece, pois ao comprar com o cartão você está utilizando o “limite” desta conta.

Corrigimos o próximo passo de acordo com algumas sugestões nos comentários. Muito obrigado pela colaboração. :)

3. Registre o pagamento da fatura como uma receita, afinal você está “cobrindo” o limite da sua conta referente ao cartão de crédito. Adicione uma receita e selecione a conta referente ao cartão de crédito como fonte de pagamento, como no exemplo abaixo: Faça uma transferência entre a conta pagadora e a conta referente ao cartão de crédito, como no exemplo abaixo:

Pagamento da fatura

O saldo das contas referentes aos cartões de crédito devem ser, idealmente, iguais a zero.

É preciso atenção, pois o crédito não considera o seu saldo bancário. É aí que mora o perigo.
Muitas pessoas e empresas utilizam este crédito sem planejar o pagamento da fatura no final do mês e caem na armadilha dos juros. Quando isso acontece, o cartão de crédito deixa de ser uma ferramenta de compra e passa a ser uma ameaça ao seu orçamento.

Com o Granatum você pode ter logo no painel de Visão Geral o resumo financeiro do mês, considerando a previsão da sua conta referente ao seu cartão de crédito. Desta forma você evita surpresas no final do mês.

Fique de olho no seu cartão e mantenha o controle!

12 comentários

  • Leonardo disse:

    Acho sensacional o programa de vocês.. fiquei um tempo sem usar e gostaria de votlar a usar.. mas não acho nenhuma opção de “Resetar” os dados…

    Vocês poderia me ajudar?

  • Ed Teixeira disse:

    Muito boa explicação.

  • Felipe disse:

    É exatamente assim que eu faço o controle dos cartões de crédito. A única diferença é que ao invés do pagamento da fatura ser uma receita, é uma transferência vinda da minha conta bancária, já que os cartões estão em débito automático.

  • Guilherme disse:

    Para pagar o cartão de crédito não seria melhor realizar uma transferência da conta corrente para a conta do cartão? Da forma que o texto acima está informando, existirá um crédito na conta do cartão e não ocorrerá um débito na conta corrente.

  • Sophia disse:

    Lanço todos os meus gastos no cartão com a forma de pagamento “cartão de crédito” e com o dinheiro saindo da minha conta bancaria, mas lanco com a data da minha compra na data de vencimento do cartão de crédito, assim durante o mês eu consigo visualizar quanto já gastei e quando chega a fatura é só filtrar para pagamentos com cartão de crédito e sempre bate os valores!

  • Adolfo disse:

    Achei boa a dica, mas o problema que vi é que ao fazer como “3. Registre o pagamento da fatura como uma receita, afinal você está “cobrindo” …” no painel geral aparece como Recita por categoria e não como despesa (para controle de despesas, por exemplo).

    Agora vamos supor, tenho um salário de R$100,00, gastei nesse mês, num cartão vinculado a essa conta, R$55,00. Quando coloco meu salário de R$100,00, ele entra como receita, quando “pago” o cartão através da dica, aparece que minha receita no mês foi de R$155,00, e não somente R$100,00 como deveria ser…

    Assim não consigo controlar o gasto como despesa… a não ser que tenha que controlar utilizando esta forma… o que não acho justo, pois cartão de crédito é despesa, e não receita…

    Espero que tenha alguma solução :P

  • Fabiano Brum disse:

    O que não ficou claro para mim nesta forma de controle é que normalmente uma compra no cartão é feita num mês e paga no outro. Por exemplo: meu vencimento é dia 25, então compras feitas a partir do dia 15 vêm só na fatura do mês seguinte.

    Controlando desta forma, o débito das despesas não acabaria sendo adiantado, refletindo negativamente no saldo total do mês corrente?

    Abs

    • Ótima observação Fabiano.

      É preciso compreender que esta forma de controle considera a data em que você efetuou o pagamento com o cartão de crédito. Pode parecer que a despesa é antecipada, mas na realidade você passa a ter um valor comprometido no exato momento em que você paga esta despesa com o seu cartão de crédito. Este valor pode não vir na próxima fatura, mas será debitado do seu limite de crédito e será considerado na outra fatura.

      Se você quiser desconsiderar a conta referente ao cartão de crédito na sua lista de lançamentos ou em seus relatórios, desmarque-a nos filtros, porém é extremamente indicado sempre considerar o saldo do seu cartão de crédito, mesmo que ele continue negativo após o pagamento da fatura devido a essas despesas que passaram para o mês seguinte.

      Espero ter contribuido!

  • Edson disse:

    Sugiro o controle de cartões de crédito da seguinte forma: Sempre que faço um gasto com o cartão, lanço como conta a pagar no vencimento do cartão. Isso favorece o controle de compras parceladas. Através dos filtros, posso a qualquer momento prever os valores de cada fatura futura. Quando recebo a fatura, dou baixa nos lançamentos, devendo ficar a conta do cartão negativa no mesmo valor da fatura. No dia do pagamento faço a transferência entre contas debitando a conta pagadora e creditando a conta do cartão.

  • Markus disse:

    Queria compartilhar meu modo de fazer o controle do cartão e sugerir algumas novas funcionalidades que me facilitariam muito a vida.

    Desde que comecei a usar cartão de crédito, adquiri o hábito de descontar da minha conta corrente o dinheiro dos gastos no cartão. Assim, se vou jantar hoje e pago R$100 no cartão, transfiro R$100 para uma conta investimento e esse dinheiro fica rendendo juro. No dia do pagamento da fatura, resgato o valor da conta investimento e tudo se acerta.

    Quando comecei a usar o Granatum, criei uma conta de cartão para cada mês do ano (master1, master2,…master12). Se gasto antes do dia 15, lanço na conta do próprio mês. Se gasto depois do dia 15, lanço no mês seguinte. Ao mesmo tempo, lanço uma transferência da minha conta corrente para o investimento (FundoX – Destino-Cartão). Assim, o valor negativo da conta do cartão é sempre igual ao valor da fatura que vai chegar. E o valor de todas as contas de cartão somadas é igual ao valor guardado no investimento para pagar a fatura. Uma outra vantagem é que isso facilita na hora de conferir a fatura do cartão, pois todos os gastos do mês estão concentrados numa única listagem usando o filtro de conta.

    Os pagamentos parcelados é que são meio chatos de lançar, porque tenho que fazer tantos lançamentos quantas parcelas da compra. Seria interessante poder fazer o mesmo lançamento várias vezes em várias contas. Ou tornar o arquivo de importação compatível com múltiplas contas (uma coluna a mais com o nome da conta)

    Tenho certeza que, sabendo desse caso de uso, os amigos da Webgoal poderão pensar em outras features que venham agregar valor para nós usuários mais hard-core do planejamento financeiro :-)

    Abraços e bom trabalho!

  • Marcus disse:

    Esse post é uma preciosidade. Senti muita falta deste tipo de orientação quando comecei a utilizar ferramentas de gestão financeira.

    Depois de bater muito a cabeça, terminei por usar a ferramenta desta mesma forma.. foi meio que na tentativa e erro. O porém é que utilizo ela como o colega citou mais acima, apenas agendando as contas a pagar. Isso me complica por que fica meio misturado. Entao optei por fazer como está descrito no post, lançamentos pagos e ‘aceitando’ o saldo devedor.

    Continuem postando mais dicas, elas são de suma importancia para uma melhor experiencia e eficácia da gestão financeira!

Deixe seu comentário